Sexta, 20 de julho de 2018
69 984098689

30º

Min 21º Max 32º

Ensolarado

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 18:08

04/01/2018 ás 13h29

442

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Pecuaristas de São Miguel do Guaporé crescem com incentivo de empresa
niciativa oferece assistência aos criadores visando melhoria de qualidade da produção e beneficiou 100 famílias da região em 2017; Meta é chegar a 470 criadores em 2019
Pecuaristas de São Miguel do Guaporé crescem com incentivo de empresa

A empresa JBS firmou contratos com pequenos pecuaristas da região de São Miguel do Guaporé, em Rondônia, para compra de 15.243 cabeças de gado até 2019, como parte do projeto de desenvolvimento do Programa Selo Combustível Social.

Em 2017, primeiro ano do projeto, a empresa comprou 1.961 cabeças de gado, gerando um faturamento de R$ 3,5 milhões para cerca de 100 famílias locais. As compras já contratadas para 2018 e 2019 somam mais de 6 mil cabeças por ano.

A meta é chegar a 50 mil cabeças no biênio 2018-2019, o que gerará cerca de R$ 90 milhões, nos dois anos, para mais de 470 famílias da região.

A parceria entre a JBS e os pecuaristas de São Miguel do Guaporé surgiu de uma iniciativa da JBS Biodiesel e da JBS Carnes que vem capacitando os pequenos criadores locais visando a melhoria de pastagens, gestão da propriedade, manejo do rebanho e melhoramento genético, com garantia de compra pela empresa.

Capacitação e melhoria genética

A JBS oferece assistência gratuita aos pecuaristas por meio de uma equipe técnica composta de engenheiros agrônomos, técnicos em agropecuária e veterinários especializados em reprodução de bovinos.

O apoio da equipe passa por orientações sobre planejamento financeiro, opções de venda preestabelecidas, bonificação extra por qualidade do gado comercializado e venda de 100% do rebanho garantida em contrato.

A equipe também analisa os potenciais produtores de gado que podem aderir ao programa e garante que todos estejam adequados às leis ambientais e trabalhistas e atendam às exigências da empresa para fornecedores.

Em um ano de projeto, foram emitidos 279 laudos de assistência técnica, que dizem respeito a recomendações de melhoria de pastagens, manejo e gestão financeira da propriedade, análise e correção de solos, melhoria das instalações e melhoramento genético.

Já foram realizados 1.125 procedimentos reprodutivos por inseminação artificial, utilizando-se de touros das raças aberdeen angus e nelore, com acompanhamento do diagnóstico de gestação com ultrassom realizado na propriedade do pecuarista.

FONTE: assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados