Sábado, 23 de junho de 2018
69 984098689

29º

Min 21º Max 31º

Claro

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 17:34
Brasil

30/01/2018 ás 13h52

273

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Município de Castanheiras exonera secretários que possuem vínculos familiares com vereadores em cumprimento a acordo com o MP
Após a alteração legislativa, sobrevieram as nomeações da esposa e do cunhado do presidente do Poder Legislativo de Castanheiras e do esposo de uma vereadora, para ocupação do cargo de secretário do município.
Município de Castanheiras exonera secretários que possuem vínculos familiares com vereadores em cumprimento a acordo com o MP

Em cumprimento a acordo firmado com o Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Presidente Médici, em dezembro de 2017, o município de Castanheiras concluiu o processo de exoneração dos secretários municipais que possuem vínculos familiares com vereadores do município.

No início da legislatura de 2017, por iniciativa da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores do Município de Castanheiras, tramitou e foi aprovado pelo Parlamento Municipal projeto de lei de emenda à Lei Orgânica Municipal, o qual ampliou significativamente as hipóteses de nomeação ou designação, para ocupação de cargos públicos, de pessoas com vínculos de parentesco com o prefeito de Castanheiras, o Procurador-Geral do Município e o presidente do Poder Legislativo.

Após a alteração legislativa, sobrevieram as nomeações da esposa e do cunhado do presidente do Poder Legislativo de Castanheiras e do esposo de uma vereadora, para ocupação do cargo de secretário do município.

Trazidos os fatos ao conhecimento do Ministério Público, procedeu-se à celebração de acordo com o prefeito do município, no sentido da exoneração dos referidos ocupantes de cargos públicos que possuem vínculos de parentesco com os vereadores.

Na oportunidade, o Ministério Público ressaltou ao gestor municipal o que a prática do nepotismo, além de mostrar-se contrária ao princípio republicano, relega critérios técnicos de escolha dos ocupantes de cargos comissionados a segundo plano, levando ao preenchimento de funções públicas de alta relevância através da avaliação de vínculos genéticos ou afetivos, o que importa em ofensa aos princípios da moralidade, da impessoalidade, da isonomia e da eficiência. 

FONTE: ASCOM MP/RO

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados