Terça, 25 de setembro de 2018
69 984098689

32º

Min 22º Max 32º

Trovoadas

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 15:35
Polícia

09/05/2018 ás 10h12 - atualizada em 09/05/2018 ás 10h26

269

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Oito detentos serram grade e fogem pulando cerca do presídio em Ariquemes
Detentos estavam na cela B2 e fugiram após serrarem as grades
Oito detentos serram grade e fogem pulando cerca do presídio em Ariquemes

Oito presos fugiram do Centro de Ressocialização de Ariquemes (RO) na madrugada desta terça-feira (8). De acordo com a direção do presídio, todos os detentos cumpriam pena na mesma cela e conseguiram fugir depois de serrarem as grades. As imagens dos fugitivos foram divulgadas pela direção do presídio.

Conforme o diretor da unidade, Wesley Germiniano, um dos agentes penitenciários que estava de plantão percebeu os detentos fugindo da cela B2, chegou a efetuar disparos de arma não letal para tentar evitar a fuga, mas não conseguiu impedir a ação.

Após escalar e pular as três cercas de proteção da unidade prisional. Pedaços de uniformes dos detentos que fugiram ficaram enroscados nas concertinas e outras ficaram no chão.


 Os presos escA fuga aconteceu por volta de 3h da madrugada, mas foi confirmada por volta de 11h pelo próprio diretor da unidade prisional após eles efetuaram a contagem dos presos existentes nas celas. Outros dois detentos que estavam na mesma cela não fugiram do local.

Segundo a direção, a cela onde estava os presos foi isolada e será periciada pela Polícia Civil. Um relatório sobre a fuga com a identificação dos apenados que fugiram será apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes.

Superlotação da nova unidade prisional

De acordo com o diretor do presídio, atualmente existem 470 detentos na unidade, sendo que o presídio tem capacidade para receber 230 presos, o que equivale a 104% de superlotação.

O Centro de Ressocialização de Ariquemes começou a ser feito em 2008 e deveria ser entregue em 2010, mas após diversas paralisações, o presídio começou a entrar em atividade sete anos depois do previsto.

A parte entregue tem 24 celas, para 8 presos cada. Ainda foram feitas salas de triagem, isolamento, área de convivência, visitas íntimas e atendimento jurídico e psicológico.

Mas segundo os agentes penitenciários, a nova unidade não possui condições de estar em funcionamento para custodiar a quantidade de presos existentes.

Histórico de fugas

Desde que foi inaugurado, em julho de 2017, a unidade prisional registrou seis fugas de presos. A primeira aconteceu uma semana após a inauguração, quando 11 presos escaparam após serrarem as grades.

No dia 17 de agosto de 2017, outros dois presos fugiram da unidade prisional. Os agentes penitenciários perceberam a ação dos presos e conseguiram evitar uma fuga em massa. Os dois apenados conseguiram pular as grades de proteção e correram em direção a uma mata nos arredores da unidade.

Em setembro, mais 15 presos conseguiram sair das celas durante a noite e fugiram do presídio. O Centro de Ressocialização foi inaugurado em julho de 2017 e a obra custou R$ 10 milhões aos cofres públicos.

A quarta fuga de presos registrada na unidade prisional aconteceu na noite do dia 11 de outubro, onde quatro detentos fugiram da unidade.

Em novembro de 2017, outros sete detentos fugiram do presídio depois de serrarem as grades da cela onde estavam. Eles entraram em uma área de floresta, que fica próxima a unidade, o que dificultou o trabalho de recaptura dos detentos.

Imagens

A direção do Centro de Ressocialização de Ariquemes divulgou as fotos dos apenados que fugiram nesta terça-feira (8).


 

FONTE: G1 RO

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados