Terça, 11 de dezembro de 2018
69 984098689

26º

Min 21º Max 26º

Trovoadas isoladas

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 14:36
Brasil

24/05/2018 ás 09h35

283

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Petrobras reduz preço do diesel em 10%; valor fica congelado por 15 dias
Redução representa queda de 23 centavos na refinaria e de 25 centavos para o consumidor; Parente diz que política de preços da companhia não muda.
Petrobras reduz preço do diesel em 10%; valor fica congelado por 15 dias

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou na noite desta quarta-feira (23) a redução de 10% no preço do diesel nas refinarias e disse que a redução será mantida por 15 dias. Em nota, a estatal informou que o novo preço entrarará em vigor nesta quinta-feira (24) nas refinarias e terminais.





Segundo Parente, a redução anunciada significa uma queda de 23 centavos no preço do litro nas refinarias e de 25 centavos para os consumidores. Parente deixou claro que a decisão sobre o diesel não abre margem para que o preço da gasolina também caia.




"É uma medida de caráter excepcional. Não representa uma mudança de política de preço da empresa", afirmou o presidente da estatal durante entrevista coletiva. "São 15 dias para que o governo converse com os caminheiros", acrescentou.




Ainda segundo o presidente da petroleira, a empresa não cedeu a pressões de movimentos sociais ou mesmo do governo federal. Parente classificou a medida como sendo um gesto de "boa vontade" da empresa.




"Não tivemos pressões do governo ou de movimentos sociais. Estamos fazendo uma avaliação realista da situação do país", explicou.




Segundo ele, o presidente Michel Temer foi informado momentos antes da coletiva de imprensa sobre redução do preço do diesel.




"Não foi uma decisão fácil. Não foi uma decisão simples. Mas eu tenho serenidade em dizer que tenho horror a dogmas", ressaltou o presidente da Petrobras.




Também na coletiva, o presidente da estatal detalhou que durante esses 15 dias a perda estimada para a Petrobras será de cerca de R$ 350 milhões, com um impacto no caixa de R$ 100 milhões.




Esse valor não será recuperado pela empresa, mas, também segundo estimativas da petroleira, se houvesse interrupção total da produção nas refinarias, a Petrobras registraria perda diária de R$ 90 milhões.




Na terça-feira, Parente se reuniu em Brasília com os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia, e de Minas e Energia, Moreira Franco, e garantiu que a política de reajustes dos preços de combustíveis da empresa não seria alterada.



 


A Petrobras adotou novo formato na política de ajuste de preços em 3 de julho do ano passado. Segundo a nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente, refletindo as variações do petróleo e derivados no mercado internacional, e também do dólar.



FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados