Sexta, 16 de novembro de 2018
69 984098689

22º

Min 22º Max 31º

Nublado

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 02:00
Saúde

13/09/2018 ás 10h55 - atualizada em 13/09/2018 ás 11h12

120

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Oito municípios de Rondônia não atingiram meta de vacinação contra pólio e sarampo
Campanha nacional de vacinação termina na próxima sexta-feira (14). Em todo país, a cobertura vacinal contra a poliomielite e o sarampo está em 93%.
Oito municípios de Rondônia não atingiram meta de vacinação contra pólio e sarampo

A três dias do término da Campanha Nacional de Vacinação, oito municípios do Rondônia não atingiram a meta de vacinar, pelo menos, 95% das crianças de um a menores de cinco anos contra o sarampo e a poliomielite. Dados preliminares do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), alimentado pelos estados, apontam que o estado de Rondônia vacinou 101,17% do público-alvo contra a pólio e 100,29% contra o sarampo, já atingindo a meta do ministério da saúde. A capital também registra uma alta cobertura, com 100% das crianças vacinadas. Em todo o estado, foram aplicadas mais de 211.488 mil de doses das duas vacinas.

Todas as crianças de um a menores de cinco anos devem se vacinar independente da situação vacinal. O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, destaca a importância da mobilização de toda a sociedade para atingir a meta de vacinação. “A Campanha termina na próxima sexta-feira (14). Pais e responsáveis devem buscar os postos de vacinação. A vacina é a forma mais eficaz de proteger nossas crianças contra doenças já eliminadas no país”, enfatizou o ministro.

VACINA SARAMPO E POLIOMIELITE
A média nacional de vacinação está em 93%. Foram aplicadas em todo país cerca de 20,8 milhões de doses das vacinas (10,4 milhões de cada vacina). Onze estados e mais de 4 mil (72%) municípios atingiram a meta. Mas cerca de 1.500 cidades ainda devem buscar alternativas para vacinar 95% do público-alvo até a sexta-feira (14), quando se encerra a Campanha Nacional de Vacinação.

Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura vacinal está acima da meta, com 96,95% e 95,44%, respectivamente. A maior preocupação é com faixa de um ano de idade, cuja cobertura ainda está em 85,45%.

O sarampo e a poliomielite são doenças infectocontagiosas que podem resultar em complicações graves para as crianças, além de levar até a casos de morte.

Para mais informações, acesse as páginas especializadas sobre sarampo, poliomielite e vacinação em geral no portal do Ministério da Saúde.

FONTE: Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados