Quarta, 12 de dezembro de 2018
69 984098689

23º

Min 21º Max 28º

Muito nublado

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 08:39
Polícia

18/09/2018 ás 12h59

230

Tiger

Nova Brasilândia / RO

A 20 dias do 1º turno, cenário começa a se afunilar entre Bolsonaro e Haddad
Últimas pesquisas apontam tendência de Bolsonaro e Haddad no 2º turno
A 20 dias do 1º turno, cenário começa a se afunilar entre Bolsonaro e Haddad

A 20 dias do 1º turno das eleições, o cenário da corrida presidencial começa a tomar contornos que desembocarão no resultado das urnas em 7 de outubro. O resultado das pesquisas de intenção de voto mais recentes indicam uma tendência de afunilamento entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) como mostra o agregador de pesquisas do Poder360, o único na web que reúne todos os levantamentos.

O levantamento nacional mais recente, da CNT/MDA, divulgada na 2ª feira (17.set.2018) indica Jair Bolsonaro com 28,2%, Haddad com 17,6%; Ciro Gomes (PDT) com 10,2%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 6,1% e Marina Silva (Rede) com 4,1%.

Pesquisa é foto. Eleição é filme. O gráfico dos últimos 6 meses mostra que as curvas em alta nesta fase atual são a do militar e a do petista.

Junto com outros resultados divulgados na última semana, a pesquisa indica que o voto do militar está cristalizado, com perspectivas sólidas de colocá-lo no 2º turno. Já Haddad, com apenas uma semana de campanha após ser oficializado candidato pelo PT, já aparece com mais de 10% das intenções de voto em todos os levantamentos –isolado em 2º lugar no mais recente, da MDA e empatado com Ciro Gomes (PDT) nos demais. O pedetista também cresceu nas últimas semanas, mas já dá sinais de ter atingido seu pico, além de algum nervosismo ao xingar uma pessoa em público no fim de semana.

A perspectiva é bem pior para Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede). O tucano ainda não conseguiu até agora transformar a superioridade em tempo de TV em intenção de votos. A candidata da Rede vem em queda acentuada nos últimos dias –nos levantamentos do Datafolha despencou de 16% das intenções de voto para 8% em duas semanas.

Histórico de poucas viradas
Um alento para os 2 candidatos seria olhar a história das 7 eleições presidenciais desde a volta do Brasil ao regime democrático. Reviravoltas em relação aos líderes das pesquisas a 20 dias do 1º turno aconteceram duas vezes. Lula ultrapassou Brizola em 1989 e Aécio passou Marina Silva em 2014 para ir ao 2º turno.

Mas o alento é pequeno. Há uma diferença na trajetória de Lula em 1989 e Aécio em 2014 a esta altura da campanha presidencial: os 2 já demonstravam uma curva ascendente nas intenções de voto –exatamente o contrário do que apresentam Geraldo Alckmin e Marina Silva neste ano.


 

FONTE: Poder 360

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados