Sábado, 17 de novembro de 2018
69 984098689

23º

Min 22º Max 31º

Nublado

Nova Brasilandia D'Oeste - RO

às 01:14
Brasil

02/11/2018 ás 12h36

198

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Porto Velho - Tudo sobre o banho de sangue: Uma mulher morreu e 7 continuam em estado grave; 11 foram atacadas a golpes de facão
Sete das 11 vítimas do ataque violento praticado por Edinei Ribeiro, no final da manhã desta quarta-feira (1º), estão em estado grave no Pronto-Socorro João Paulo II, em Porto Velho.
Porto Velho - Tudo sobre o banho de sangue: Uma mulher morreu e 7 continuam em estado grave; 11 foram atacadas a golpes de facão

Sete das 11 vítimas do ataque violento praticado por Edinei Ribeiro, no final da manhã desta quarta-feira (1º), estão em estado grave no Pronto-Socorro João Paulo II, em Porto Velho. Três receberam alta e Marta Rodrigues Pereira, de 27 anos, faleceu na UPA Leste. O assassino morreu no João Paulo II.


Os crimes chocaram pela brutalidade como foram praticados. O homem morava no Bairro Três Marias, Zona Leste de Porto Velho. Ele saiu em um carro modelo Fiat Uno e atacou as 11 vítimas aleatoriamente em vários bairros, incluindo Porto Cristo, Renascer, Fortaleza, Mariana e Airton Sena até retornar para casa onde foi baleado pela Polícia Militar. 

Segundo a PM, ainda não há informações que indiquem o que motivou a ataque de fúria do homem. A guarnição foi acionada por populares informando que um maníaco estaria fazendo várias vítimas pela Zona Leste com dois facões e uma testemunha o seguiu após o último crime, flagrando o momento em que ele entrou em casa, na Rua Aparecida, Bairro Três Marias, com as armas. Os policiais entraram na residência do homem e ele resistiu à prisão, dizendo que não iria se entregar e só sairia da casa morto. Edinei afirmou ainda que iria cortar os militares com os dois facões e os atacou. Os policiais efetuaram vários disparos e na sequência o levaram para o João Paulo II, onde sofreu duas paradas cardíacas e morreu. Segundo apurou o jornal os tiros atingiram o ombro direito, ombro esquerdo, antebraço esquerdo, mão esquerda, coxa direita e a coxa esquerda dele.

 



Tudo sobre o banho de sangue: Uma mulher morreu e 7 continuam em estado grave; 11 foram atacadas a golpes de facãoMenino de 9 anos teve a mãe morta e o padrasto está em estado grave. Ele também foi atacado (Foto: Uil Cavalcante/Rondoniagora)


Ouvida pelo Rondoniagora, Marlinda Borges, vizinha do assassino, disse que estava desolada na tarde desta quinta-feira. Ela não acreditava que Edinei Ribeiro havia se transformado em um assassino. “É super calmo, uma pessoa 10, todo mundo aqui no bairro gosta dele, morava há dois anos. Ela é uma pessoa boa demais”, afirmou.

Os ataques
Ainda não é possível saber onde os ataques começaram. Ao RondoniagoraGerson Rocha de Carvalho, uma das vítimas de Edinei Ribeiro, relatou que é vendedor de iogurte e foi surpreendido pelo homem, na Avenida Vila Mariana, que chegou com dois facões e o acusou de ter machucado seu filho. Em seguida tentou golpeá-lo na cabeça e ele se defendeu, mas ainda foi atingido no braço. Ele foi atendido na UPA leste e liberado em seguida.


Já Marta Rodrigues Pereira, de 27 anos, foi atacada no Bairro Renascer. Ela estava junto com o marido, quando o homem chegou e os atacou. Os dois ficaram em estado grave. A mulher foi levada para UPA Leste e morreu durante o atendimento. O marido dela, ainda não identificado, foi levado ao Pronto Atendimento José Adelino e em seguida transferido ao João Paulo II, em estado grave. O filho de Marta, Otávio Rodrigues da Silva, 9 anos, chegava da escola de bicicleta, viu a mãe e o padrasto ferido, e acabou atacado pelo homem. O menino recebeu atendimento na UPA Leste e saiu de lá com o pai.


Já Déblea Batista Sena, de 27 anos, foi esfaqueada no Bairro Fortaleza (Universitário), próximo a Talismã 21, na Zona Leste de Porto Velho. Testemunhas contaram que a mulher estava parada em uma moto esperando o marido quando o homem a atacou com vários golpes de facão. A mulher ficou em estado gravíssimo, foi levada para UPA e transferida para o João Paulo II.

Já no Bairro Três Marias, o assassino ainda atacou um homem com golpe de facão na cabeça. Mãe e filho, Jhon Maxon Alencar Luna, de 24 anos, e Mirtes Maria Oliveira de Alencar, de 48 anos, também foram atacados. Eles são moradores de Rio Branco, estado do Acre.

Atendimento na UPA Leste
Segundo a diretora Luciana Vonrondon de Andrade, a unidade de saúde atendeu 10 vítimas de esfaqueamento. Dessas, uma morreu e seis foram estabilizadas e transferidas para o João Paulo II. O atendimento a outros pacientes foi suspenso e toda a equipe foi remanejada para a sala vermelha. Após a transferência dos pacientes, o atendimento voltou ao normal.

Durante o atendimento, familiares e vários curiosos buscavam informações na unidade de saúde. 

Confira os nomes das vítimas já identificadas:
Dorival de Souza, 57 anos;
Déblea Batista Sena, 27 anos, esfaqueada no Bairro Fortaleza;
Gerson Rocha de Carvalho, 50 anos, atacado na Rua Vila Mariana;
Desimar Gouveia de Matos, 39 anos;
Jhon Makson Alencar Luna, 24 anos;
Mirtes Maria Oliveira de Alencar, 48 anos;
Marta Rodrigues Pereira, 27 anos; (óbito);
Márcio Dias de Souza, 33 anos (esposo de Marta)
Otávio Rodrigues da Silva, 9 anos.


FONTE: rondoniagora

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados