Quinta, 18 de julho de 2019
69 984098689
Brasil

07/05/2019 ás 11h01

343

Tiger

Nova Brasilândia / RO

Garimpo em Rio Pardo: Flona Bom Futuro é alvo de fake news em redes sociais
Fake News forjada por meio das redes sociais
Garimpo em Rio Pardo: Flona Bom Futuro é alvo de fake news em redes sociais

A Floresta Nacional (Flona) do Bom Futuro, localizada no distrito de Rio Pardo, unidade de conservação federal gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, está sendo vítima de uma série de notícias fantasiosas de que no seu interior existiria um garimpo em pleno funcionamento.

Essa fake News forjada por meio das redes sociais, especialmente o whatsapp, foi inventada por grupos mal-intencionados para criar uma falsa promessa de enriquecimento com a extração de minérios que supostamente existiriam no local. Num momento, eles informavam que o suposto garimpo estaria na área de reflorestamento; em outro, diziam que estaria localizado na base da Funai da Terra Indígena Karitiana, nos limites com a Flona Bom Futuro.


 Conforme informado pelo ICMBio, tudo não passa de mentiras orquestradas com o único objetivo de invadir e grilar a Floresta Nacional do Bom Futuro, além de jogar a opinião pública contra os servidores públicos federais.



No local onde os supostos invasores mencionam existir garimpo, há, na verdade, um projeto de reflorestamento da empresa Iê Madeiras, instalado legalmente com base em uma das condicionantes para a emissão da Licença de Operação Ibama nº 1.163/2013, referente à linha de transmissão 600 kV CC Porto Velho-Araraquara 2, Nº 1 – Lote D.

Na área anteriormente desmatada, está sendo realizado o Programa de Reposição Florestal de 325 hectares, que prevê o plantio de árvores que deverão recuperar a vegetação amazônica perdida ao longo dos últimos anos, proveniente de invasão e desmatamento da área protegida.

Dias atrás, dois homens que portavam material próprio para a pesquisa mineral foram presos e conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Porto Velho, onde foram indiciados por crime ambiental e invasão de terras da União, sendo em seguida recolhidos ao presídio estadual.

Providências

O ICMBio tomará todas as providências legais para que todos que entrarem ilegalmente na Floresta Nacional do Bom Futuro sejam responsabilizados civil e criminalmente, inclusive aqueles que compartilharem conteúdo inverídico considerado prejudicial à unidade de conservação federal e aos seus servidores.

Jornalistas, autoridades e demais cidadãos que queiram mais informações ou tenham alguma dúvida podem entrar em contato com a gestão da Flona Bom Futuro pelo telefone (69) 3217-654.


 

FONTE: rondoniagora

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados