Quinta, 22 de junho de 201722/6/2017
69 984098689
Parcialmente nublado
18º
21º
-17º
Nova Brasilandia D'Oeste - RO
dólar R$ 3,33
euro R$ 3,72
brazao
POLÍTICA
Quem poderá tirar Lula da liderança das pesquisas?
Opinião de Primeira por Sérgio Pires
Tiger Nova Brasilândia - RO
Postada em 03/05/2017 ás 12h05 - atualizada em 14/06/2017 ás 15h34
Quem poderá tirar Lula da liderança das pesquisas?

O Brasil anda para trás? Anda sim. Está com sua economia dilacerada? Sim. O desemprego galopante está em vias de diminuir? Não. O povo sabe, exatamente de quem é a culpa de tudo isso? Sabe, mas apenas em parte. Prova disso é que, em todas as pesquisas, das que se pode considerar sérias e respeitadas, como as do Instituto Data Folha, o ex presidente Lula aparece em primeiro lugar, nas intenções de votos da maioria dos eleitores entrevistados. Na última, da semana passada, ele alcançou 30 pontos percentuais, contra 15 de Jair Bolsonaro e Marina Silva, os dois nomes também citados, na corrida Presidencial. A desestruturação do país; a corrupção desenfreada; a vergonhosa relação entre governantes e empresários, nada disso afetou, ao menos em parte, a popularidade de Lula. Seu discurso populista, os dias de avanços do país, durante seu governo, sua aparição na mídia praticamente todos os dias, na maioria das vezes como vilão, mas também como Salvador da Pátria, ainda o colocam como um dos políticos mais populares da nossa História. Mesmo que a rejeição dele supere os 50 por cento (isso não tem sido destacado nas pesquisas), ele ainda é o nome mais lembrado pelo eleitor. Principalmente por aqueles que acham que nada mudou (e se mudou foi para pior), depois que ele deixou o Governo e mesmo após o trágico mandato de Dilma “Poste” Rousseff.

O que pode mudar esse quadro? Primeiro, é claro, os enormes rolos que Lula tem a enfrentar com a Justiça. Em breve, ele estará frente a frente com o juiz Sérgio Moro e há quem diga que ele pode sair preso do encontro. Vários crimes são atribuídos ao ex Presidente, que usa o discurso da perseguição política e da injustiça contra ele. Até agora, para boa parte do eleitorado, essa conversa colou. Daqui para a frente, continuará dando certo? A verdade é que não apareceu ainda nenhum nome para ser confrontado com o de Lula. Bolsonaro é uma espécie de Lula da direita, um pouco mais preparado, mas com o mesmo discurso perigoso. Marina da Silva é a rainha de lavar as mãos e some na hora da crise. João Dória? Quem sabe? O prefeito de São Paulo vai bem perante boa parte da opinião pública e é ojerizado pelas esquerdas. Ou seja, pode ser o cara para enfrentar Lula. Afora ele, quem mais? Lula, por enquanto, ainda é “o” cara nas pesquisas. Até quando, não se sabe!

A ANÁLISE DA CORRUPÇÃO

“Eu penso que caçar corruptos, usando esta expressão, caçar, pegando como a tradução do combate ao corrupto, deve ser a missão primeira de todo aquele que exerce a chefia do Ministério Público. A corrupção é o ato deletério, que arrasta para o pântano do desespero a esperança do povo. A corrupção mata mais do que guerras. É um ataque silencioso, sorrateiro. A corrupção entra na sociedade pelas frestas das portas, das janelas, invade as casas, os lares e compromete a moral na sociedade. Então todos nós temos a obrigação de colocar no nosso grau de prioridade o combate à corrupção no ponto mais alto”. O comentário faz parte da longa entrevista concedida pelo promotor público Héverton Aguiar, ao jornalista Vinicius Canova Pires e publicada no site Rondônia Dinâmica. Na conversa com o jornalista, Aguiar falou também sobre as várias operações que comandou ou participou, relacionadas com a corrupção e realizadas nos últimos tempos em Rondônia. Vale a pena ler, na íntegra.....

CRISE? QUE CRISE?

Falido, desesperado, sem dinheiro para pagar seus servidores, vivendo provavelmente a maior crise da sua História, nas mãos do tráfico e do crime organizado. Está assim a situação do Rio de Janeiro. Mas não para todos, é claro! Há uma casta que continua recebendo em dia e salários espetaculares, para um país pobres como o nosso. Nada ilegal. Pelo contrário. Tudo dentro da legislação em vigor. A crise passa longe do Poder Judiciário carioca. Com acúmulo de gratificações, 13º salário, venda de férias e licença, 23 juízes e desembargadores tiveram depositadas em suas contas, em dezembro passado, nada menos do que 100 mil reais cada um, valor líquido, já descontados todos os itens legais. Outros 118 magistrados embolsaram valores entre 90 mil e 100 mil reais. Já 173 receberam em suas contas valores entre 80 mil e 90 mil reais. Os que menos receberam (um total de 268 juízes), embolsaram na faixa dos 50 mil aos 60 mil reais. Tudo líquido. Os pensionistas não ficaram de fora. Segundo o Jornal O Globo, uma só aposentada recebeu nada menos do que 186 mil reais, na bolada de final de ano. A folha do Judiciário custou aos cofres estaduais cariocas, um total de 94 milhões e 700 mil reais. Ou seja, a crise não é para todos!

CIDADES DIFERENCIADAS

A crise anda feia, mas Ji-Paraná parece uma ilha de progresso e desenvolvimento não só em nível estadual, mas também comparando-se com cidades semelhantes em todo o país. Além de sediar mais uma edição da Rondônia Rural Show, nesse mês (com previsões das mais otimistas, em termos de resultados), a cidade ainda vai ganhar, em breve, dois hipermercados. Um, do grupo Irmãos Gonçalves e outro do Grupo Carrefour. Vários outros investimentos empresariais também estão surgindo na cidade e na região. Cacoal, por exemplo, também ganhará, num futuro próximo, mais uma loja do grupo Havan, a segunda do Estado. A primeira, gigantesca, é em Porto Velho. Cacoal receberá, brevemente, uma réplica da Estátua da Liberdade, símbolo das lojas Havan em todo o país. O centro do Estado anda crescendo muito acima da média, em todos os sentidos.

PERDERAM A VERGONHA

Tem muita gente que perdeu a vergonha na cara, mesmo! Trata o caso da destruição do Brasil, pelo PT e por seus aliados, como se não tivesse existido. Nada comenta sobre a oficialização da corrupção e da propina; das prisões de alguns dos mais importantes líderes do partido e nem dos que os corromperam; fazem de conta que Lula e Dilma são dois santos, que nada sabiam, mesmo engolidos no mar de lama em que transformaram esse país. Nas redes sociais, esses lamentáveis doentes sociais fazem de conta que toda a tragédia que se abateu sobre os brasileiros, foi culpa apenas dos “golpistas”, que elegeram Dilma e Temer e inventaram toda a crise para colocar o vice no poder, como se ele tivesse sido eleito por outros, que não os mesmos que elegeram Dilma. Em Rondônia, a doença da amnésia malandra também se espalha. Basta ler textos postos nas redes sociais, em que alguns dementes, achando que todo o mundo é otário, tentam defender o indefensável. Compreende-se: vergonha na cara não é pra todo o mundo...

FIERO E CNI JUNTAS

A quinta –feira será de solenidades e comemorações para a Fiero. Uma das principais atividades será a inauguração, em Rolim de Moura, da escola Sesi-Senai , com capacidade para 500 alunos. O evento contará com a presença do presidente da Confederação Nacional da Indústria, CNI, o empresário mineiro Robson Braga de Andrade. Ele é o convidado especial do presidente da Fiero, Marcelo Thomé e da diretoria da entidade rondoniense. Braga também vai estar presente na visita que o grupo fará a unidade Sesi Senai daquela cidade na área central do Estado. Ainda à quinta, à noite, na Casa da Indústria, em Porto Velho, Robson Andrade participa de debate sobre o desenvolvimento econômico no Estado, no evento denominado “Diálogo com a Indústria de Rondônia”. Marcelo Thomé destacou a visita ilustre: “a agenda do presidente Robson em Rondônia confirma o importante estreitamento das relações da CNI e Fiero. Esta parceria tem sido fundamental para o fortalecimento da indústria rondoniense”.

AULAS, ENFIM!

Finalmente, depois de muito tempo sem aula, as crianças da zona rural de Porto Velho e que estavam sem estudar por falta de transporte escolar, puderam voltar a frequentar suas escolas. Desde essa segunda, os ônibus voltaram a circular, depois de um acordo entre a Prefeitura e as empresas. Dos três meses de salários atrasados, apenas um foi pago e os outros dois ainda estão dependendo de decisões judiciais, para serem quitados. Crianças que ficaram fora das salas de aula, agora poderão retomar o ano letivo, recuperando os dias perdidos com aulas extras aos sábados. Espera-se que, de uma vez por todas, o grave problema que atinge centenas e centenas de crianças das áreas mais distantes da Capital finalmente tenha sido resolvido. Todo o ano, a burocracia, a falta de previsão e a irresponsabilidade, tudo junto, causa graves transtornos aos alunos e suas famílias, por causa da crise do transporte coletivo. Será que um dia essa vergonheira vai acabar?

PERGUNTINHA

As chamadas reformas trabalhistas e da previdência, como estão propostas e discutidas no Congresso Nacional, vão resolver os graves problemas do Brasil?

FONTE: Sergio Pires
tags:
• lula
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
231
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium